Notícias

Após 12 anos, Bloco Esculhambação volta com marchinhas, axé e MUG

  Aquele ditado “o carnaval é a festa da diversidade” nunca foi tão verdadeiro. É […]

Publicado: Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2018.

 

Aquele ditado “o carnaval é a festa da diversidade” nunca foi tão verdadeiro. É que o Bloco Esculhambação, que vai quebrar um jejum de 12 anos neste dia 27 de janeiro, volta à cena da folia capixaba passeando entre ritmos que vão das antigas marchinhas – que quem frequentava o finado Clube Riviera, em Jacaraípe, se lembra (muito!) bem – até o axé baiano raiz, que promete tirar a galera do chão.

O fato é que passado o polêmico episódio da destruição da orla de Vila Velha após a passagem do bloco, há 11 anos, no dia 26 de fevereiro de 2005, os fundadores do Esculhambação comemoram a volta da festa, que acontece na Área de Eventos do Shopping Vila Velha, a partir das 16h do próximo dia 27. Por lá, até a bateria da MUG vai marcar presença para não deixar o gosto de ninguém fora da programação.

O bloco indoor não chega a ser uma novidade. Em sua última edição antes da parada, em 2006, o Esculhambação teve sua primeira versão indoor, na antiga Troops de Vila Velha. Com direito a mudança de nome para Carnavila, o bloco teve foco no axé com Cheiro de Amor e Alexandre Peixe como atrações.

Em 2018, não só o nome oficial do bloco está de volta. Querendo agradar tanto quem curte o famoso “ó abre alas que eu quero passar” quanto quem prefere um ritmo baiano ou até MPB, um dos fundadores do Esculhambação, Cristiano Michalsky, de 51 anos, detalha que a programação passeia entre esses gêneros e ainda traz a apresentação da MUG. “Como nós começamos com marchinhas, queremos resgatar essa ideia do carnaval de antigamente. Mas, como queremos abraçar a galera de todas as idades, tem axé e bateria da MUG, também”, ressalta.

Cristiano conta que, com o passar do tempo, o bloco começou a sair com o trio elétrico, mas que, nesta edição, toda a festa será concentrada na Área de Eventos do Shopping Vila Velha. “Temos licença para 2,5 mil pessoas participarem. Vamos usar toda a parte climatizada e uma área ao ar livre, também”, conclui.

 

Fonte: GazetaOnLine.

Comente