Notícias

Cachoeiro recebe nota A em gestão fiscal

A gestão fiscal de Cachoeiro de Itapemirim recebeu nota “A” da Secretaria do Tesouro Nacional, […]

Publicado: Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018.

A gestão fiscal de Cachoeiro de Itapemirim recebeu nota “A” da Secretaria do Tesouro Nacional, na avaliação da capacidade de pagamento (chamada Capag). Dos 78 municípios capixabas,  Cachoeiro e outros 15 alcançaram o conceito máximo.
Pela atual metodologia da Capag, em vigência há um ano, a classificação dos entes (Estados, Distrito federal e municípios) é definida a partir de indicadores de endividamento, poupança corrente e liquidez.
O indicador de endividamento é calculado pela relação entre dívida consolidada bruta e receita corrente líquida. A poupança corrente busca verificar se o ente está poupando o suficiente para absorver um eventual crescimento das suas despesas correntes acima do aumento das receitas correntes.
Por fim, o índice de liquidez verifica se o ente tem um volume de recursos em caixa suficiente para honrar as obrigações financeiras já contraídas.

“Alcançamos a nota ‘A’ nos três indicadores, o que demonstra que temos primado por uma gestão fiscal responsável e sustentável”, avalia o secretário de Fazenda de Cachoeiro, Rogélio Amorim.
Além de atestar a boa situação fiscal do município, a avaliação máxima pelo Tesouro Nacional confere a Cachoeiro condições para contratação de operações de crédito com garantia da União. “Com isso, o município pode acessar empréstimos para investimentos com juros mais baixos”, destaca.

 

 

Postado por Sandro Bazoni Junior

Fonte: www.jornalfato.com.br

Comente