Notícias

Internas de Colatina produzem perucas para pacientes com câncer

Uma parceria entre a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o Hospital São José, em […]

Publicado: Quarta-feira, 13 de março de 2019.

Uma parceria entre a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o Hospital São José, em Colatina, e cabeleireiros voluntários garante o bem-estar e maior auto estima de pacientes com câncer. Internas do Centro Prisional Feminino de Colatina produzem perucas, lenços, turbantes, travesseiros de contenção e próteses mamárias, confeccionadas em malha de algodão e polietileno, doadas pelo projeto “Mãos Solidárias”.

Atualmente, oito internas participam do projeto e produzem, mensalmente, cerca de 20 perucas, 20 lenços toucas, 20 próteses e 40 protetores de traqueostomia. As participantes, que são voluntárias, recebem o benefício da remição da pena com a redução de um dia da pena a cada três dias de trabalho.

Para a diretora da unidade prisional, Maria Aparecida de Freitas de Albuquerque, o “Mãos Solidárias” é essencialmente reintegrador e humano, principalmente por poder proporcionar mais autoestima a pacientes com câncer.
“As internas que participam do projeto não estão nele só pela remição de pena, elas, de fato, abraçam a causa. Compreendem que estão contribuindo com mulheres que passam por momentos tão difíceis no decorrer do tratamento. O projeto é mantido por meio da parceria com o Hospital São José, e também, com a captação de doações. Receber uma doação tão significativa como essa nos enche de alegria e esperança, e demonstra o reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelas internas neste projeto”, ressalta Aparecida.

O projeto recebeu, neste mês, cerca de 85 mechas de cabelos para a confecção de novas perucas, doação de jovens que participaram do 46º Congresso Nacional da Juventude Evangélica Luterana do Brasil (JELB), realizado em 28 de janeiro, em Aracruz.

Fonte: Portal Guandu

Comente