Foi afastado das funções operacionais da Polícia Militar, o soldado envolvido em uma discussão de trânsito, no bairro Santa Martha, em Vitória. O caso foi registrado na última terça-feira (03) por moradores da região. No vídeo, o militar aparece discutindo com um comerciante, que sofre ameaças. Familiares do rapaz, divulgaram o fato e cobraram da Justiça uma posição.

Diante dos fatos, a PM informou que em nenhuma hipótese compactua com condutas inadequadas, desproporcionais e violentas de seus integrantes e adotará, como sempre fez, todas as medidas cabíveis para apurar com o rigor necessário de todas as circunstâncias do fato em questão. 

E afirmou que o soldado preventivamente, será temporariamente afastado de suas atividades operacionais, até que seja solucionada a Sindicância que foi instaurada pela Corregedoria.

Contudo, nesta quinta-feira (05), às 9h30, no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, o corregedor da Corporação, coronel Haroldo Magalhães, atenderá a imprensa para falar sobre os casos envolvendo o militar.

“Quer que eu puxe e atire?” Briga entre policial e comerciante quase termina em morte

O caso

A discussão entre um policial e um comerciante gerou uma grande confusão e resultou em agressões físicas, ameaças e tiros. O fato aconteceu na última terça-feira (03),no  bairro Santa Martha, em Vitória.

Segundo testemunhas, a briga aconteceu na rua Oswaldo Aranha, e começou após os motoristas não darem passagem um para o outro.

Em um vídeo registrado por moradores, é possível ver o momento em que o policial (de bermuda), ameaça o comerciante (de blusa branca): ‘você quer que eu puxe e atire?’. Neste momento, o homem avança sobre o policial e começam as agressões de ambas as partes.

Enquanto eles brigam, um homem de blusa listrada, que acompanhava o policial, saca uma arma e dispara para o alto. Após a briga, o comerciante chamou a Polícia Militar e o policial envolvido na confusão foi identificado.

No dia, por meio de nota, a PM informou que tomou conhecimento dos fatos apontados no vídeo e está juntando a documentação necessária para instauração do procedimento administrativo que se fizer necessário, a fim de apurar as circunstâncias e condutas de cada parte envolvida.

FONTE: FOLHA VITÓRIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *